Três Mosqueteiros

Minha Vida com os Trigêmeos

O Parto

No dia 19 de julho, por volta da meia noite, senti uma pontada na barriga. Uma pontadinha forte que eu nunca tinha sentido antes. Passou um tempinho e senti de novo. Fiquei com medo e falei com o Caco, que prontamente sugeriu que fôssemos até a Santa Casa saber se estava tudo bem com os bebês. Fomos ao hospital e lá fui atendida pelo médico plantonista. A bolsa não estourou, mas eu já estava em trabalho de parto, com 32 semanas de gestação. Imediatamente localizaram o meu médico. Ele estava na fazenda dele, a uma hora da cidade. Fui para um quarto que tinha escrito na porta “pré-parto” e fiquei deitada enquanto o Caco ligava para os meus pais e meus sogros avisando que os meninos iam nascer.

Depois de resolver a papelada da internação, o Caco ficou comigo o tempo todo. E a dor só ia aumentando. Junto com o medo que estava sentindo, a dor foi ficando insuportável.  Fiquei segurando bem forte a mão da minha mãe e ouvindo ela dizer “Pode morder a minha mão se quiser”. Quando o meu médico chegou eu já estava completamente dilatada. Se fosse um único bebê o parto poderia ser normal, e seria rápido e fácil. Mas como eram três, a cesárea foi o mais indicado.

O Caco não quis assistir o parto. Ele estava tão nervoso que ia dar trabalho se entrasse. Quem assistiu o parto foi a minha mãe. Corajosa, ela fotografou tudo e ainda ficou batendo o maior papo com o anestesista e os outros médicos.

Não peguei os meninos no colo logo que nasceram, só os vi no colo da pediatra.  Eles foram direto para a UTI. Mas fiquei atenta aos choros e ouvi os chorinhos de cada um. Oscar, Antônio e Joaquim nasceram às 2:54h, 2:55h e 2:57h do dia 20 de julho.

Fui para o quarto e dormi até a manhã seguinte. Às onze, eu e o Caco fomos conhecer nossos filhos na UTI neo-natal. Graças a Deus, os três nasceram fortes e saudáveis…  e lindos, lógico! J

Anúncios

1 Comentário»

  Uli wrote @

É uma emoção só, né amiga? No meu caso eu já estava internada há 1 semana. O médico queria chegar nas 33 semanas, mas 2 dias antes eu pedi “pinico” …hahaha… Já não aguentava mais de tanta falta de ar, fora que eu estava com dilatação pra normal há 5 dias…ou seja, só perninha pra cima e toda noite eu tinha uma real sensação que o Daniel ia escorregar e nascar de natural..hahaha.
Minha cesária tbm foi bem tranqüila, até que o Fil tomou coragem e assistiu, filmou e fotografou, inclusive fez a oficial com ele e o trio no meu colo. Tbm fui pro quarto e dormi um pouquinho, à noite recebi a família sem poder falar muito e fiquei vendo o trio por fotos que o Fil não parava de tirar e levar pra mim…hahaha. No dia seguinte pude conhecê-los melhor…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: