Três Mosqueteiros

Minha Vida com os Trigêmeos

Rebola daqui e derrapa de lá

 Reza de cá que eu não caio acolá!

Eles vão assim. Juntos, conversando. Um susto a cada buraco, uma risada a cada abanada de rabo. Vento no rosto, barulho de folhas e pássadros, ruídos das rodas sobre a terra, ôôôpa!!!, derrapadas da charrete nas pedras, reboladas do Shrek, sombras no chão, cheiro de lenha queimando.

Enquanto eles ganham o mundo ali, eu tento organizar o meu aqui. Desde pequena tenho contato com equinos e esses troços puxados por eles, mas só aprendi a andar de charrete depois que virei mãe.

Voltando ao passeio, vão sozinhos, os quatro, sem adultos por perto dizendo o que têm que fazer, ou onde devem segurar. Botina leva o burrico, mas não dá muita trela para o que acontece lá atrás, o que torna a aventura ainda mais emocionante. Jade e Cristal protegem, estão com elas, estão com Deus.

Nos bastidores, fico rezando para que ninguém invente de se levantar e continuar de pé, é perigoso. Acho que além de aprender a andar de charrete ando aprendendo a confiar nos meus filhos.

Na verdade, não vejo a hora deles montarem em seus cavalos. Assim, aprenderei de novo, melhor e diferente (virei mãe, lembram?).

Tá bom por hoje, né?!

Anúncios

1 Comentário»

  Uli wrote @

Ai que momento mágico! até tentei clicar na foto pra ver se ampliava, mas não foi. Lindo demais!
Lembranças para uma vida inteira.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: