Três Mosqueteiros

Minha Vida com os Trigêmeos

Homens na cozinha

Vou pular a parte do blábláblá onde eu deveria pedir desculpas pelo atraso nas postagens e vou direto ao ponto em que paramos – o misterioso presente do Dia das Crianças.

Porém, antes de dizer o que é, preciso dizer que eles amaram, não desgrudaram dos mimos e até levaram para a escola na sexta (toda sexta é dia de levar brinquedos). Será que isso ameniza o choque de saber o que essa mãe psicóloga doida deu de presente para os seus meninos? Não importa. Deu tudo certo. Eles adoraram, maridinho odiou, tudo como previsto.

Joaquim ganhou um microondas, Antônio uma batedeira e Oscarzinho um liquidificador. Os eletrodomésticos são uma graça, do tamanico deles e funciona quase de verdade.  Sucesso total com o trio! No final, não foi diferente do que acontece sempre com outras coisas e acabou tudo sendo de todo mundo.

Sempre soube que eles gostavam de brincar de cozinha, panelinhas e etc. Na casa da vovó, se esbaldam com as peças da prima Letícia; na escola também brincam muito com fogões, panelas e afins. Então, não resisti quando vi as maquininhas em promoção.

O pequeno mas importante detalhe é que é tudo pink. Na internet a gente acha de outras cores, mas lá na loja, no momento do meu impulso, só tinha pink. Falha grave, gravíssima!, da indústria de brinquedos, não acham? Ou será que a falha é da minha cabeça? Ou será que deveríamos pensar “tudo bem, menino até pode brincar de cozinha, mas não de cozinha pink!”. Ora bolas, se meninas e meninos podem brincar de cozinha, por que só existem panelinhas pink nesse mundo? Será que estou sendo careta ao dar tanta importância para o pink? Contraditória em minha posição? Pode até ser, mas acho que foi isso que fez papai Caco odiar o presente e ainda dar margem a variadas interpretações:

– Olha, eu sei que quando a gente é mãe a gente vira criança de novo, mas você tem que tomar cuidado para não querer realizar com os filhos o que não realizou na sua  infância… – Ah, fala sério! Preciso mesmo ouvir isso?

– Tadinha, está com saudade da Letícia que fica naquela lonjura da Bahia… – Com essa aí até concordo. Morro de saudade mesmo.

Mas a melhor, foi a do Caco:

– Pô, se você quer uma menina, fala. Não precisa fazer isso… Você quer uma menina?

Nem preciso dizer que esse comentário esteve comigo durante dias e dias, mas há muito (desde o ultrassom mostrando três machinhos na minha barriga) tenho trabalhado isso e a questão está super bem resolvida.

Deixo a continuação do post para depois… suspense…

Anúncios

3 Comentários»

  Uli wrote @

Chris já ri muito aqui…hahaha e eu ia fazer o mesmo comentário do Caco…hahaha Bom, não vejo problema nenhum nos brinquedos, achei o máximo. Agora, quanto a cor, se eles não sofreram nenhum bullying na escola, tá blz! Acho que eu só iria me preocupar com os comentários maldosos no amiguinhos cruéis…
Por outro lado, vc está garantindo filhos (homens no futuro) super bem resolvidos, veja por este lado.

  Carolina wrote @

Ah eu concordo com você… pôxa, se os eletrodomésticos não são pinks porque os de brinquedos precisam ser?

  lurotta wrote @

Oi Chris, também acho que não tem nada de mais nos brinquedos que você deu aos Mosqueteiros.
Tanto que após ler seu post me animei e comprei a boneca que há tempos estava querendo dar para os Moleques. E eles A-D-O-R-A-R-A-M. E eu também. Estou curtindo ver o carinho como eles cuidam do “nenê”, fazem dormir e dão de mamar. Isto tem que render um post.
Beijos, Lu + Três Moleques


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: