Três Mosqueteiros

Minha Vida com os Trigêmeos

Quando o galo canta

Os meninos sempre gostaram de acordar cedo. Durante a semana isso é ótimo porque não dão trabalho nenhum. Levantam numa boa (geralmente os três juntos), se arrumam arrumo os três e lá vão eles, felizes da vida e bem dispostos para a escola. Mas no fim de semana a coisa complica. Não temos compromisso cedo e gostamos, precisamos e merecemos acordar um pouco mais tarde. E é aí que a coisa complica.

A gente sempre foi dando um jeitinho para não sofrer tanto com essa coisa de acordar com o galo cantando aos sábados e domingos. Quando a Jê e a Li moravam com a gente, elas acordavam antes dos pintinhos e a gente nem se dava conta do trio nas primeiras horas da manhã. Logo depois chegava a Cida para reforçar o time e ficávamos ainda mais sossegados.

Já teve época também em que a Rosi se encarregava de cuidar do trio logo cedo. Hoje, essa nossa ajuda chega um pouco mais tarde e apenas um dia no fim de semana. O esquema tem sido mais do que suficiente porque os meninos continuam acordando cedo, mas agora já se viram sozinhos até a Rosi chegar.

Levantam, sempre batendo o maior papo, vão para a sala de brinquedos e ficam lá brincando ou assistindo TV/DVD. Já sabem que de manhã cedinho não devem fazer barulho (não ligam alguns brinquedos barulhentos nem tocam instrumentos) e por isso, evitam brigar ou gritar antes da gente se levantar. Às vezes fico na cama dando risada das brincadeiras, das conversas, das tentativas deles de resolverem seus conflitos de forma adulta e civilizada – uns fofos!

A única coisa que ainda preciso fazer ao acordarem é preparar o leite. Logo logo, nem isso faremos mais e temos que concordar com comentários do tipo “O pior já passou, né?!”. Sim, o pior já passou (não vou ficar aqui fingindo que três bebês não dão trabalho). O trabalho diminuiu, preocupações sempre vão existir, mas que eles vão ficando mais independentes, isso é fato.

Por exemplo, tirei essa foto num domingo bem cedinho, depois voltei pra cama pra curar a ressaquinha dormindo mais um bocado com o Caco, enquanto eles ficavam ali esparramados no sofá curtindo a preguiça por um bom tempo. E tem sido assim, da nossa maneira, do nosso jeitinho, pelo menos por enquanto.

******

Ah, meninas, estaria sendo injusta se não comentasse aqui que o marido sempre ajudou e ajuda muuuito. Caco já trocou muita fralda e já deu muita mamadeira mesmo capotando de sono – paizão!

Anúncios

1 Comentário»

  Maria de Fátima wrote @

Amo olhar o crescimento e adquirir experiências através do seu blog. Bjs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: