Três Mosqueteiros

Minha Vida com os Trigêmeos

Arquivo de De 0 a 06 meses

Relendo Clássicos

 

cimg6655

Ainda durante a gravidez, o tio Vitor deu de presente para os meninos livros com resumos de alguns clássicos. Eu e Caco devoramos todos! Moby Dick, Robin Hood, Os Três Mosqueteiros (daí veio a inspiração para o endereço do blog), entre outros. Li os livros como se estivesse lendo para os meninos (quando chegar a época e não em voz alta, claro). Quero que eles curtam cada uma dessas aventuras, que eles saibam de cor as histórias e os detalhes contidos nelas.  Mais do que isso, quero que um dia eles entendam as mensagens de cada conto como, por exemplo, o que Jonathan Swift  quis dizer quando escreveu “As viagens de Gulliver”…e pelo visto, acho que logo, logo estarão mergulhando no caminho da literatura…vejam só a foto!!!!!!

Noite de Natal

natal_2008_103-crop1

Ahhhh, o Natal!!! Época de festa em famlia, castanhas e peru na mesa. E como não poderia faltar, este ano contamos com a presença do “papai” Papai Noel. As crianças estranharam um pouco as feições deste bom velhinho, saído diretamente do Bronx, com seus óculos escuros, cabelos mal cortados e barba empoeirada. Oscarzinho gostou da farra como podemos observar na foto. Joaquim ficou indiferente. Antônio teve quase uma síncope. Morreu de medo. Mas, convenhamos: eta, Papai Noel bizarro. Parecia personagem do filme do Zé do Caixão. Mas, valeu a bagunça. Ano que vem tem mais!!!!!!

Cada um no seu Quadrado

cimg6337
A noite chega e é hora de dormir. Oscarzinho só dorme com a cabeça enfiada no protetor de berço, Antônio tem medo de escuro e Joaquim não gosta de luz. Agradar a todos é difícil, mas possível. Um pouco por sorte e um pouco por hábito, nossos meninos aprenderam a dormir só no berço, nada de colo. O segredo é respeitar as vontades e necessidades de cada um. Mimos como posicionar o Oscarzinho da maneira que ele gosta e manter meia luz no quarto são suficientes para que eles peguem no sono com tranqüilidade. Só o Joaquim é que, as vezes, dá um certo trabalho para dormir. Ele quer ficar rindo e brincando e fica com os olhinhos arregalados, parecendo uma corujinha. Aí, a gente tem que ter paciência até ele cansar. Então o mundo pode acabar e os três dormirão como anjinhos. Pelo menos pelas próximas quatro ou cinco horas.

Paninhos de Boca e de Bunda

paninhos-de-boca-e-bunda

Ah, os tais paninhos… Se tem uma coisa que eu não sei mais viver sem é o paninho de boca e o paninho de bunda. Usa-se um paninho de boca a cada mamada. Vai dar mamadeira? Pegue um paninho na gaveta. Antigamente, para secar o leite que escorre da boca do neném durante a mamada usava-se uma fralda ou babador. Mas o paninho é muito mais prático. Menor que a fralda e mais leve que o babador, o paninho é uma mão na roda!

Já na hora de trocar as fraldas, são os paninhos de bunda que entram em ação. Em cima do trocador, usamos um lençol para forrar o colchãozinho, e para não sujar esse lençol em cada troca, colocamos em cima o paninho de bunda. Molhou de água, xixi, cocô, sujou de pomada? Basta trocar o paninho, o lençol ainda fica limpo para mais algumas trocas.

Minha mãe trouxe a idéia de Salvador, com o nascimento da minha sobrinha, Letícia. Não teve dúvida, mandou fazer 340 paninhos, metade para boca, metade para bunda. É super fácil fazer, basta dividir uma toalha-fralda em quatro partes iguais e dar o arremate nas bordas. A cor do acabamento é o que diferencia os paninhos de acordo com a função. Confira na foto, os de boca são xadrezinhos e lisos azuis, enquanto os de bunda são lisos de cores diversas.

Quem quiser pode dar ainda outra utilidade aos paninhos. Uma amiga falou que além dos de boca e bunda, o filho dela tem os “cheirinhos”, usados para agarrar e cheirar na hora de dormir. Aqui em casa, os “cheirinhos” são paninhos de boca limpinhos, macios e cheirosos…

Andar de Carro

andar-de-carro1

Resolvemos o problema do carro usando um carro que o vô Oscar já tinha. Cabem as três cadeirinhas e ainda tem lugar para a Cida (babá), que fica de frente para os bebês, brincando com eles, e recolocando as chupetas que caem. Todos gostam de andar de carro, ficam dando risadinhas. Só ameaçam um chorinho quando paramos nos semáforos. 😉

Passeios

passeios

Há algumas semanas fomos passear na praça pela primeira vez. Já tínhamos passeado várias vezes no condomínio, mas não na praça perto da casa dos avós maternos. O lugar está lindo, cheio de eucaliptos, brinquedos de madeira para as crianças e bastante espaço para caminhadas. Temos sorte de morar numa cidade linda, repleta de praças, parques e lugares legais para passear. Nem preciso dizer que os meninos foram a atração da tarde. A cada dois passos que dávamos vinha gente olhar, perguntar, conversar…  Perguntas como “São três?”, “São trigêmeos?”, puxavam papos e trocas de idéias. Lá ainda encontramos com o Fábio e com a Karina,  pais da Julia (foto) e padrinhos do Joaquim. O passeio foi uma delícia e pretendemos que se torne rotina. Os mosqueteiros se comportaram super bem, não choraram, deram risadinhas e até dormiram na volta pra casa.

Pé de Goiaba

pe-de-goiaba

Plantamos uma goiabeira no quintal!!!

O combinado foi contratar um paisagista para arrumar o jardim, que só tinha um lindo gramado. Mas antes de qualquer projeto paisagístico e decorativo decidimos plantar uma goiabeira no cantinho do quintal. Escolhemos o cantinho para sobrar bastante espaço para os meninos jogarem futebol. E escolhemos uma goiabeira por atrair bastante passarinhos. A idéia é que a árvore cresça junto com os mosqueteiros.

No fundo, o motivo de termos trocado o apartamento por uma casa não foi só o espaço, mas a liberdade  e as possibilidades que a casa nos proporciona. É lógico que queremos que nossos filhos joguem vídeo-game e assistam a todos os filmes possíveis. Mas acreditamos que a vida é muito mais do que isso. Pretendemos ensiná-los que mais gostoso do que ficar trancado num quarto ou sala, é ver  formigas, joaninhas e minhocas. Queremos ensiná-los que nada é mais precioso do que ler um bom livro sentindo um leve ventinho no rosto, ouvindo pássaros, à sombra de uma árvore… e vê-los pisar na grama cercados de verde todos os dias será maravilhoso.

%d blogueiros gostam disto: